x

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

1. Afinal, o que é Moodle?

O Moodle é um software, criado no ano de 2001, de código aberto, destinado ao desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem (conhecido também por AVA).

2. Moodle e EAD

Os cursos em EAD (Ensino a Distância), na forma que os reconhecemos hoje, são mais fáceis de serem produzidos e disseminados através do AVA. O Moodle é um dos softwares mais confiáveis para a criação de um AVA, e está sendo utilizado em cerca de 175 países por profissionais da educação e desenvolvedores.

Como se trata de um sistema de fonte aberta, o Moodle pode apresentar diferentes configurações. A interface padrão da versão utilizada pela PGE (1.9.17) apresenta-se conforme figura abaixo:

JrAQAAAADkCEmqXtYs7n3h4o2bt+Ui4vbtu7pqQq5EH24V0o+qLU9FJZoz+T97JS1vy7lzwgAAAABJRU5ErkJggg==

Embora essa interface apresente três colunas, os recursos disponíveis em cada coluna dependem do tipo de configuração.

Geralmente a coluna central é usada para apresentar os cursos oferecidos, mas há casos em que o acesso aos cursos é feito por meio de links dispostos em uma das colunas laterais.

3. Qualquer um pode utilizar o Moodle?

Sim. O Moodle, por ser um software livre, qualquer usuário pode trabalhar com esta ferramenta. Contudo, é necessário domínio prévio na utilização das ferramentas.

Quer saber um pouco mais sobre o Moodle? Este breve guia traz as noções básicas dos recursos disponíveis para elaboração de cursos e atividades.

O Moodle é um software livre que possibilita o trabalho colaborativo entre os participantes. Tem sido largamente utilizado por professores e conteudistas como apoio à aprendizagem por dispor de um conjunto de recursos, os quais facilitam e ampliam possibilidades de interação e construção do conhecimento em um mesmo ambiente.

4. Utilização das Ferramentas

A utilização das ferramentas (fóruns, chats, bibliotecas, videotecas, tarefas, lições, glossários e outras) disponíveis no AVA não exige nenhum pré-requisito, a não ser de conhecimentos básicos como usuário de serviços de informática, como acessar a internet e conceitos de postagem de mensagem e envio de arquivos por meio eletrônico (e-mail).

A comunicação entre os participantes fundamenta-se nesses pressupostos e, portanto, o sistema requer o mínimo de familiarização com suas funções específicas - o que é uma tarefa muito simples e que evolui à medida que os conteúdos e atividades propostas são disponibilizados. Desse modo, a aprendizagem torna-se mais dinâmica, eficiente, produtiva e eficaz.
x


x

Modo Síncrono

A utilização de cada ferramenta depende dos objetivos do utilizador.

No caso de querer definir um intervalo de tempo dedicado inteiramente no apoio aos alunos, uma solução síncrona permite uma comunicação com tempo de resposta quase imediato.

Neste caso a utilização de um chat (bate-papo) ou uma sala virtual (texto, áudio e vídeo) são soluções que permitem envolver múltiplos utilizadores.

Para uma comunicação individual, pode-se utilizar a atividade diálogo, na qual ficam registradas as conversações entre dois utilizadores.

Outras opções (externa ao Moodle) são os software de instant messaging e software com protocolo VOIP (Voice Over Internet Protocol), sendo o Skype uma solução de qualidade e utilizada por várias pessoas no mundo inteiro.

Modo Assíncrono

Em contextos em que a comunicação não pode ser imediata, por incompatibilidade de horários ou acesso a um computador com internet, existem soluções de comunicação assíncrona que registram temporalmente as mensagens (em formato texto, áudio ou vídeo) permitindo que os utilizadores comuniquem em diferentes alturas.

A atividade Fórum é uma excelente ferramenta para este tipo de comunicação. Como não exige uma resposta imediata por parte dos seus participantes, os fóruns permitem ao utilizador refletir melhor sobre as suas ideias e elaborar uma mensagem mais complexa. Também é possível anexar ficheiros (pastas virtuais como repositório de arquivos), como também utilizar áudio e vídeo.

Para além dos fóruns, geralmente "abertos" aos vários utilizadores de uma página, também existe a ferramenta de Envio de mensagens que permite uma comunicação mais privada entre dois utilizadores, via email.

O conteudista (professor ou tutor) poderá:

  • Incluir, alterar e apagar recursos (conteúdos) e atividades.
  • Gerenciar o recebimento de atividades, comentar atividades e dar retorno (feedback) aos alunos.
  • Acompanhar, por meio da emissão de relatórios: a frequência de acesso dos alunos ao curso.
  • O acesso aos diferentes tópicos e a elaboração de atividades de um aluno ou de toda a turma.
  • Interagir com os usuários (alunos e outros professores) por meio dos recursos de interação (Chat, Fórum etc).
  • Avaliar os alunos.

Visão do professor ou tutor

Os links que podem aparecer apenas para o professor ou tutor que podem alterar o visual básico do curso são os seguintes:

  • Ativar/Desativar Edição
    • Utilizado para a edição geral dos itens do curso, disponível na coluna da esquerda no item Administração. É possível acessar este mesmo item em forma de botão próximo ao cabeçalho.

6NQkssYS8uKAAAAAElFTkSuQmCC

     
  • Configurações
    • Definição de itens relacionados ao curso como um todo, como o período de disponibilidade e formato do curso, idioma, cores do curso como um todo e outros itens. Você irá utilizar esse link eventualmente, mas deverá ter muito cuidado ao alterar os itens.

wNYpdYyeb0aYQAAAABJRU5ErkJggg==

     
  • Notas
    • Para o professor ou tutor, o link mostra as notas de todos os alunos e permite a edição de notas manualmente.

0ccWwxYAAAAABJRU5ErkJggg==

     
  • Grupos
    • Para o professor ou tutor, este link permite a edição da distribuição dos alunos da turma em grupos.
     
  • Relatórios
    • Neste link podem ser vistos os relatórios de todos os alunos do curso, contribuindo com o acompanhamento das atividades dos alunos no ambiente.

Relatórios de Atividades

     
  • Perguntas
    • O professor ou tutor pode criar questionários de avaliação ou consultar bancos de questões existentes.

X9uhxsGEv2l4wAAAABJRU5ErkJggg==

     
  • Arquivos
    • O professor ou tutor pode fazer a inclusão de diferentes tipos de arquivos para a composição de um curso, tais como imagens, documentos, vídeos e áudios. É um gerenciador/repositório de arquivos, e sua estrutura e funcionamento assemelha-se a de um disco rígido ou de um disco externo

CIwAIT5jaCQD2uv8DddMRcbS+PCUAAAAASUVORK5CYII=

     
  • Perfil
    • Quando selecionado, o professor pode modificar seu perfil pessoal. Além desta função, o professor/tutor poderá selecionar o nome de participante(s)/aluno(s) para ter acesso a várias informações, como o perfil do aluno, as mensagens postadas no fórum, o relatório de atividades do aluno, os cursos realizados por ele, etc. Abordaremos este item no próximo módulo.

Last modified: Monday, 13 August 2018, 1:44 AM